Dedetização Baratas Porto Alegre

Dedetização Porto Alegre - Baratas

Dedetização Baratas Porto Alegre 24 Horas

Conte com a Empresa Líder Desde 1980 – Construsul Dedetizadora Porto Alegre, Dedetização Baratas Porto Alegre Zona Sul, Dedetização Baratas Porto Alegre Zona Norte, Dedetização Baratas Porto Alegre 24 Horas.

Central de Chamado: 3094.2083 – Email: construsulportoalegre@hotmail.com


Dedetização Porto Alegre


Dedetização Baratas Porto Alegre – 24 Horas

Construsul Dedetizadora Porto Alegre

Dedetização Baratas Porto Alegre – Apesar de sua importância para o ecossistema, baratas são repulsivas e causam infestações perigosas. As baratas são uns dos insetos mais tenazes e resistentes do planeta. Quando você ouve falar que são pré-históricas, pode acreditar! Desde a época dos dinossauros elas colonizaram todos os ambientes habitáveis que puderam encontrar.

Como tudo na natureza, as baratas desempenham um papel importante de reciclagem. Um dado importante é que de milhares de espécies existentes, apenas 30 são consideradas pragas urbanas.

Como são altamente adaptáveis, elas encontraram os 4 A’s necessários para sua sobrevivência nas cidades: acesso, água, abrigo e alimento. Se alimentam basicamente de qualquer lixo orgânico que encontram, como restos de comida, plantas murchas, animais em decomposição, etc. Melhor parar por aqui, pois a lista é longa e nem um pouco atraente!

Assim, nos centros urbanos, as baratas sempre tiveram a fama de repulsivas, pois habitam esgotos e outros ambientes insalubres. Todo mundo sabe que as baratas convivem com lixo e transmitem doenças, por isso são perigosas. Quando você avista apenas uma em sua casa é uma correria para eliminá-la, pois ninguém quer correr o risco dela ficar passeando livremente.


Empresa de Dedetização Baratas Porto Alegre 

Construsul Dedetizadora Porto Alegre

Biologia da Barata

Dedetização Baratas Porto Alegre – Como você leu acima, apenas algumas espécies de barata são consideradas pragas urbanas. As mais comuns no Brasil são:

Barata de Esgoto ou Americana

Dedetização Baratas Porto Alegre. A barata de esgoto, como o próprio nome diz, é encontrada em galerias de esgoto, lixos, caixas de gorduras e outros locais similares. São grande e possuem asas, sendo conhecidas também como baratas voadoras.

Tamanho: 5 cm de comprimento
Cor: corpo marrom e cabeça amarelada
Reino: Animalia
Ordem: Blattaria
Classe: Insecta
Espécie: Periplaneta americana
Família: Blattidae
Filo: Arthropoda

DIETA: Possui hábitos alimentares diversos, porém possui nutrientes ricos em açúcar, gordura e amido. Outras fontes de alimento são celuloses, excrementos, insetos e sangue.

HABITAT: Tubulações, encanamentos, galerias de esgoto, caixas de gordura.

IMPACTO: É vetor mecânico de microrganismos que causam doenças gastrointestinais, podendo contaminar os alimentos.

PREVENÇÃO: Limpeza do ambiente, vedação do lixo, proteção em ralos e tubulações, telas em janelas, descarte de objetos não utilizados em casa ou no trabalho. Deve-se evitar o acesso, alimento e abrigo.

Barata Francesinha ou Alemã

Dedetização Baratas Porto Alegre – A barata francesinha localiza-se em restaurantes e locais de processamento de alimento. Possui uma capacidade de adaptação incrível, por esse motivo, pode não ser fácil seu controle. Inseticidas não são páreos para as baratas, que já não sucumbem com esse tipo de produto químico. Possui hábitos noturnos e pode ser vista no final de tarde procurando por comida.

Tamanho: 1 a 5 cm de comprimento
Cor: castanho-clara com 2 faixas escuras
Reino: Animalia
Ordem: Blattodea
Classe: Insecta
Espécie: Blatella germanica
Família: Blatterllidae
Filo: Arthropoda

DIETA: É atraída por proteínas, açúcar, amido e gordura. Se não há alimento, podem se alimentar de objetos encontrados no ambiente como sabão e cola. Em casos extremos podem ter comportamento canibal, se alimentando de sua própria espécie.

HABITAT: Cozinhas e banheiros, geralmente locais quentes e úmidos.

IMPACTO: Como a barata americana, a barata francesinha também é vetor mecânico de microrganismos como bactérias, fungos, parasitas, vírus e outros que causam doenças que possuem sintomas como diarreia, vômito, dor abdominal.

PREVENÇÃO: Manter alimentos guardados e bem vedados, embalar bem o lixo, evitar deixar acessos com áreas externas abertos, limpar equipamentos que preparam comida e filtros como a caixa de gordura periodicamente.

Barata Nua

Dedetização Baratas Porto Alegre – Essa barata se abriga em locais escuros e úmidos. Tem a capacidade de adaptação e locomoção menor do que as outras espécies de baratas. É encontrada também em locais que possuem resíduos orgânicos em decomposição.

Tamanho: 2 a 2,7 cm de comprimento
Cor: marrom escura
Reino: Animalia
Ordem: Blattaria
Classe: Insecta
Espécie: Blatta orientalis
Família: Blattidae
Filo: Arthropoda

DIETA: Essa espécie de barata se nutre de resíduos orgânicos em decomposição.

HABITAT: É comumente entrada em lixeiras e ruas.

IMPACTO: A barata nua é vetor mecânico de doenças gastrointestinais que afetam os seres humanos.

PREVENÇÃO: Evitar acesso e meios de alimentação para a barata, proteção de ralos e tubulações, encobrir os acessos como frestas e buracos.


Serviço de Dedetização Baratas Porto Alegre 

Construsul Dedetizadora Porto Alegre

O Perigo das Baratas

Dedetização Baratas Porto Alegre – Difícil alguém discordar que baratas são repugnantes, mas elas são perigosas? A resposta é sim. Baratas são vetores de doenças e verdadeiros ímãs de bactérias, parasitas e outros micro-organismos. As cerdas em suas pernas adicionam área extra de superfície, pegando facilmente bactérias e parasitas das superfícies que elas tocam.

Andam pelos esgotos e comem qualquer outra coisa que possam encontrar, de lixo a cadáveres de animais e insetos. A barata americana vive nos sistemas de esgoto das cidades e em celeiros ou pilhas de estrume nas áreas rurais. Pense no que aquelas seis pernas estão tocando e carregando enquanto correm.

Estes ambientes estão repletos de todos os tipos de bactérias, especialmente E. coli e salmonelas. Quando a barata americana “pega” essas bactérias ela as transmite facilmente para outras superfícies, incluindo balcões, mesas, pias e outros lugares onde a comida é preparada e servida.

Quando elas defecam em sua casa, estabelecimento ou escritório, depositam uma enorme variedade de micro-organismos nocivos. Pior! Bactérias que podem deixar as pessoas doentes não prejudicam a barata. Ou seja, ela é um incrível vetor de doenças. Assim, baratas contaminam nossos alimentos, utensílios e outras superfícies onde transitam.

Infestação de Baratas – Perigo Real e Imediato

Dedetização Baratas Porto Alegre – Quando você avista uma barata as chances são grandes de haver mais dentro de sua residência, estabelecimento, escritório ou arredores. Como uma fêmea da barata francesinha pode produzir até 45 ovos e em poucas semanas repetir o processo, dá para imaginar o problemão que você tem em mãos.

Ao longo de 1 ano nascem 30 mil ninfas de apenas uma francesinha, isso sem contar nas adultas que começarão a se reproduzir também. Se estiverem em um ambiente seguro, com alimento, em poucos anos serão milhões!

Outras espécies reproduzem menos, mas conseguem dar origem a 600, 800 ninfas por ano. Embora nem chegue perto da reprodução da francesinha, não é um número desprezível. Você gostaria de descobrir que está convivendo com milhares de baratas.

Transmitem doenças como febre tifoide, pneumonia, conjuntivite, hepatite A e até lepra. Ainda causam problemas respiratórios e alérgicos, como crises de asma e irritações na pele. Em ambientes comerciais provocam uma impressão negativa. No caso de restaurantes e hotéis, podem gerar boca a boca negativo dos clientes.

O perigo das baratas não é só por conta das doenças. Elas causam danos extensivos às áreas que infestam. Vários tipos de baratas gostam de comer cola de envelopes, selos e lombadas de livros e podem danificar papel, tecidos e couro. Seu excremento também deixa um cheiro horrível e pode manchar superfícies e roupas.

Baratas – Duras de Matar

Dedetização Baratas Porto Alegre – Baratas são duras na queda. Às vezes matar uma dá um trabalhão. Se usarmos inseticida, pior ainda, parece que elas só morrem depois de uma eternidade e meia lata usada, deixando o ambiente contaminado. Isso acontece porque produtos vendidos em supermercados não são tão eficazes quanto os usados por controladoras de pragas. Além disso, como a formulação é a mesma há anos, elas acabam criando cada vez mais resistência.

Podemos mesmo dizer que elas têm superpoderes. Vivem até 2 semanas sem água e comida, seguram a respiração por 40 minutos, são muito velozes para seu tamanho e ainda sobrevivem até uma semana sem a cabeça!

Por isso, é fundamental realizar uma dedetização de baratas (controle de baratas ou desinsetização) quando apenas uma é avistada. Escolha sempre uma empresa com referências e documentação em dia, que realmente entenda do assunto e dê assistência técnica para resolver o seu problema com baratas.


Perguntas e Respostas sobre as Baratas

Construsul Dedetizadora Porto Alegre

Quais os tipos de barata que encontramos no lar?

As espécies que freqüentemente encontramos dentro das residências são a Periplaneta americana (ou barata americana, de esgoto, cascuda ou voadora), a Blattella germanica (ou barata alemã, francesinha ou baratinha da cozinha), a Blatta orientalis (ou barata oriental) e a Periplaneta autralasiae (barata australiana).

É verdade que se virarmos uma barata de cabeça para baixo ela morre?

Não. Às vezes pode fingir-se de morta para fugir de seus predadores ou caçadores.

Porque quando a barata morre ela está virada de cabeça para baixo?

As aberturas dos órgãos respiratórios da barata se encontram na parte ventral do abdômen. Ela vira-se de barriga para cima na tentativa de respirar melhor e se recuperar da ação do veneno.

Uma dedetização feita por empresas especializadas é melhor do que o uso de produtos encontrados em mercados?

Caso a presença de baratas seja apenas ocasional, os produtos vendidos em mercados ou varejos apresentam bom resultados. No entanto, em caso de infestações maciças, é recomendada a atuação de uma empresa especializada, a qual poderá realizar um controle integrado de insetos conhecidos como “pragas urbanas”, tomando medidas mais adequadas à gravidade da situação.

As baratas criam resistência com o uso de inseticidas?

As baratas não criam resistência aos inseticidas, mas o uso destes pode ajudar a selecionar entre populações mais e menos sensíveis a estes produtos. As espécies sobreviventes darão origem a linhagens mais resistentes, condição determinada por características genéticas.

As baratas podem transmitir ou causar doenças ao homem ou aos animais domésticos?

Sim, por freqüentarem locais sujos ou que contenham dejetos, elas podem carregar, sobre o seu corpo diversos agentes nocivos tanto para o homem quanto para outros animais, tais como bactérias, vírus ou parasitas. Além disso, as baratas podem ainda causar reações alérgicas em algumas pessoas.

Existe outro meio de matar baratas sem o uso de inseticidas?

Elas podem ser mortas com o uso de armadilhas de diversos tipos. Um exemplo é por uso de iscas com gel que contém uma substância atrativa e outra tóxica. Ao serem ingeridas pela barata provocam a sua morte.

Quais os cuidados que devemos ter para não sermos surpreendidos por uma infestação de barata?

A melhor maneira de evitar infestações é manter limpos, tanto por dentro como por fora, os domicílios ou estabelecimentos comerciais, evitar deixar restos de alimento a mostra e não acumular lixo. Ambientes quentes, úmidos, escuros, sem ventilação e com muitas frestas podem servir como esconderijo ideal para estes insetos.

As baratas preferem que temperatura?

A maioria das espécies vivem bem sob temperaturas em torno de 30ºC, exceto Blatta orientalis, que são encontradas em locais onde a temperatura ambiente não ultrapasse os 25ºC. A Periplaneta americana é a mais resistente ao calor, sobrevivendo por certo tempo em locais que ultrapassem os 35ºC, tais como motores elétricos.

Além do lixo, de que mais elas se alimentam?

A barata se alimenta de qualquer tipo de matéria orgânica, incluindo restos de comida, excretas, papéis e fungos.

A barata “mastiga”? Como é a sua digestão?

A barata não mastiga: ao encontrar um alimento secretam enzimas digestivas que dão início à “digestão” deste recurso alimentar. A “pasta” resultante é engolida e vai percorrer o seu trato digestório para que sejam aproveitados os nutrientes ali presentes.

De quanto em quanto tempo elas soltam fezes?

Expelem as fezes sempre que se alimentam ou logo após o término da refeição.

A barata também necessita de água?

Sim, assim como qualquer outro organismo vivo, sua sobrevivência é impossível sem a ingestão de água. No entanto, as espécies domésticas podem ser mais resistentes à escassez de água.

A barata é um perigo em hospitais?

Sim, a presença de baratas em hospitais é preocupante, devido a sua enorme capacidade de veicular agentes causadores de doenças.

Existe algum controle preventivo quanto às baratas?

O controle preventivo consiste em tornar o ambiente em que vivemos “desfavorável” à sua sobrevivência como evitar restos de quaisquer materiais, por exemplo, que lhes sirva de alimento, e manter o ambiente limpo e ventilado.

Quando as baratas surgiram no planeta Terra?

Os registros fósseis indicam que as baratas devam ter surgido no período Carbonífero, há 320 milhões de anos atrás.

Como as baratas domésticas se reproduzem?

A fêmea libera no ambiente os “feromônios” sexuais (moléculas que se traduzem em um “odor” que atraem os machos). O macho faz a corte e produz substâncias “afrodisíacas”. Desse modo, a fêmea é atraída e a cópula é iniciada pelo macho.

Por que as baratas se proliferam tão facilmente no ambiente doméstico?

Porque são rápidas, muito férteis e têm hábitos noturnos. Se não a vimos, ficam “livres” para encontrar alimento fácil e se proliferarem sem grandes obstáculos.


Método de Controle Dedetização de Baratas

Controle de Baratas Porto Alegre

Quem é que nunca melecou todo um chinelo com “gosminha” de barata, depois de uma ou várias chineladas? A maioria das pessoas já usou essa medida em um momento de desespero. Porém, apesar de muito eficaz na eliminação imediata do problema ela é ineficiente em longo prazo. Aqui serão descritas formas simples de evitar ou até mesmo eliminar baratas de ambientes domésticos.

As baratas podem viver e multiplicar-se em esgotos, fossas, caixas de inspeção de encanamentos, latrinas, entre outros ambientes, o que torna a eliminação de sua população muito difícil. Mesmo assim, em condições normais o controle é fácil com melhorias de higiene, pouco uso de inseticidas e outras medidas.

Medidas preventivas: é melhor prevenir que remediar! Seguem os primeiros e, de certa forma, os principais passos a se executar para evitar as baratas. Essas ações se baseiam na eliminação da água, alimento e abrigo das baratas, indispensáveis para sua sobrevivência, não evolvendo uso de produtos químicos, o que é uma vantagem em ambientes com alimentos ou habitados por crianças e animais que poderiam se intoxicar.

1. Eliminação do acesso a alimento: Nenhuma substância que sirva de alimento para as baratas deve estar acessível e isso abrange desde comidas como as de dispensas até restos e resíduos do chão e de roupas, lixo, rações de animais, etc.

São exemplos de ações que garantem isso:

· Limpar regularmente a casa;

· Manter alimentos bem fechados e guardados, especialmente à noite;

· Evitar recipientes de papelão ou madeiras (preferidos pelas baratas para deposição de ootecas);

· Usar latas de lixo herméticas que não permitam o acesso ao alimento pelas baratas;

· Manter terrenos ao redor das residências capinados e sem lixo;

· Manter ralos de cozinha, banheiro e área de serviço limpos e desinfetados com creolina;

· Manter pia, fogão e o espaço embaixo da geladeira sempre limpos e secos, principalmente durante a noite;

· Limpar cuidadosamente e regularmente os locais onde possam acumular poeira ou restos alimentares: fornos, armários, despensas, sob pias, ETC;

· Não deixar a alimentação de animais domésticos acessível aos insetos.

2. Eliminação de acesso à água: A hidratação é indispensável para a sobrevivência das baratas, que é feita principalmente na condensação debaixo das geladeiras, poças dos cantos das cozinhas e áreas após lavagens, torneiras que vazam, garrafas de refrigerante vazias, frutos maduros e outros. Uma atenção especial a pias, geladeiras e ralos dificulta o acesso à água.

3. Eliminação de locais de abrigo: Frestas, fendas, vãos e buracos em paredes, armários, pias, rodapés e batentes são ambientes propícios para crescimento e reprodução de baratas. Por isso, deve-se mantê-los rebocados ou cimentados ou vedados com silicone e frestas de armários e portas internas e externas, principalmente aquelas perto da pia, devem ser vedadas com borracha.

4. Bloqueio de acesso à residência: Outra forma importante de evitar esses insetos é impedindo seu acesso à residência. Para isso, ralos devem estar sempre bem fechados sob pesos como saquinhos com areia na parte inferior, na parte externa das portas vedar com borracha e janelas protegidas por telas.

Medidas paliativas: correndo atrás do prejuízo! Existem áreas, no entanto, de difícil controle ou de controle impossível onde somente as medidas preventivas não são suficientes. Nessas áreas é necessário o uso concomitante às medidas preventivas de produtos químicos, como inseticidas, que buscam controlar a população do inseto já instalada na área, ou seja, métodos de controle paliativo.

As vantagens do uso desses produtos são a eficácia, a praticidade e a ação rápida. Porém, são necessários cuidados adicionais devido à alta toxicidade. Por isso, os tratamentos devem ser realizados por pessoal treinado/capacitado para tal. Normalmente, um tratamento inicial com aplicações líquidas bem feito garante uma grande e rápida redução da população.

Algumas vezes são necessárias 2 ou 3 aplicações a mais, quando a infestação é muito grande ou há período reprodutivo, já que ootecas são resistentes a inseticidas. Medidas rígidas de segurança devem ser tomadas nesses tratamentos para evitar intoxicações e danos ambientais. Após essa primeira fase mais intensa, tratamentos de manutenção podem ser feitos em intervalos variados, de acordo com o nível de infestação e condições climáticas.

A aplicação de inseticidas deve ser feita em todos os lugares onde as baratas se escondem durante o dia:

· Nos lares: principalmente na cozinha (embaixo da pia, armários e frestas), dentro do fogão, motor e radiador de geladeiras, armários e despensas; em aparelhos eletrônicos aplica-se inseticida em pó, nunca sobre válvulas ou outras peças.

· Em restaurantes, armazéns, mercados e depósitos: aplicação deve visar as fendas das paredes e soalhos, estrados de apoio à sacaria, lugares de guarda de garrafas, caixas, ETC.

Existem várias formulações presentes no mercado, cada uma própria para determinados ambientes e níveis de infestações. Produtos para nebulização e de ultra-baixo volume também não podem ser usados por leigos devido à alta toxicidade.

Seguem alguns dos principais produtos utilizados no controle das baratas:

· Pó seco: possuem pouco ingrediente ativo e é pouco utilizado hoje em dia. Podem ser usado em aparelhos elétricos ou eletrônicos, nos quais não é possível a aplicação de produtos líquidos.

· Aerossóis: são vendidos em latas com gases propelentes (quase sempre propano e butano), como bombas de aerossóis. Para o combate às baratas são indicados os ativos piretróides, que têm ação rápida ao interferir com a atividade do sistema nervoso central do inseto.

Vale lembrar que, embora esses inseticidas sejam de uso comum, eles ainda são tóxicos a humanos e animais, portanto, medidas de proteção devem ser adotadas, como aplicação longe dos residentes e controlada preferencialmente por profissionais capacitados.

· Iscas granuladas: normalmente colocadas em um porta-iscas, são fáceis de aplicar e de manusear. São constituídas por um atrativo, como açúcar, mel ou soja, inseticida, como carbamatos, fosforados ou clorofosforados, e corante. As baratas entram no porta-iscas, também chamado de armadilha, se alimentam e morrem fora dele. Existe também no mercado uma isca gel inseticida, com alto poder de atração, que pode ser colocada próxima a esconderijos em pequenas quantidades.


Dedetização Porto Alegre

Dedetização Porto Alegre

Dedetização Porto Alegre


Construsul Dedetização Baratas Porto Alegre

Dedetização Baratas Porto Alegre

3094-2083 / 99802-4242

construsulportoalegre@hotmail.com


Dedetizadora Porto Alegre 24 Horas, Dedetizadora Porto Alegre Zona Sul, Dedetizadora Porto Alegre Zona Norte, Dedetização Porto Alegre 24 Horas, Dedetização Porto Alegre Zona Norte, Dedetização Porto Alegre Zona Sul, Dedetizadora 24 Horas, Dedetizadora Zona Sul, Dedetizadora Zona Norte, Dedetização 24 Horas, Dedetização Zona Norte, Dedetização Zona Sul, Dedetização Centro, Morcego, Barata de Esgoto, Barata Francesinha, Broca, Camundongo, Caramujo, Carrapato, Caruncho, Cupim de Solo, Cupim Madeira Seca, Escorpião, Formiga, Lacraia, Marimbondo, Morcego, Mosca de Banheiro, Mosca, Mosquito, Percevejo, Pombo, Pulga, Ratazana, Rato de Telhado, Traça, Dedetizadora Porto Alegre, Dedetização Porto Alegre, Desinsetizadora Porto Alegre, Desinsetização Porto Alegre, Desratizadora Porto Alegre, Desratização Porto Alegre, Descupinizadora Porto Alegre, Descupinização Porto Alegre


www.desentupimentoportoalegrezonanorte.com

www.desentupimentoportoalegrezonasul.com

Dedetização Baratas Porto Alegre